Análises Destaques Games PC PlayStation Switch Xbox

Análise | Diablo II Resurrected

  • Compartilhe:
Pop Art SkinsPop Art Skins

Diablo II está mais uma vez ente nós! Um clássico atemporal, que arrebatou uma verdadeira legião de fãs apaixonados no início dos anos 2000, ressurge depois de mais de 20 anos com uma versão atualizada, com gráficos e animações em 4K Ultra HD no PC, mas que ainda assim mantem intacta a jogabilidade clássica que todos nós adoramos.

A despeito de haver sido originalmente lançado a mais de 20 anos, Diablo II ainda tem seu charme, e vez por outra voltei a visitá-lo ao longo dos anos. O anúncio de versão remasterizada foi muito bem recebido por todos os aficionados pela franquia, que vislumbraram a possibilidade de revisitar esse clássico absoluto com gráficos atualizados, ainda mais tendo em vista as decisões contraditórias tomadas pela Blizzard no que diz respeito ao conceito de arte propositalmente cartoonizado adotado em Diablo III.

Diablo II nos oferece uma história arrebatadora, continuação direta de Diablo I, originalmente divida em quatro arcos que conta com uma excelente expansão que acrescenta bastante tanto a jogatina quanto ao enredo.

Os gráficos do jogo sempre foram o mais próximo do real possível, com cenários sombrios repletos de criaturas trituradas, torturadas, poças de sangue e ossos espalhadas por todos os cantos. O aspecto visual de Diablo II ainda hoje chega a dar arrepios, capaz de criar uma atmosfera de verdade terror que não poucas vezes nos fazia desviar o olhar dos detalhes de certas partes do cenário, e ainda hoje ao revisitá-lo em sua versão remasterizada, senti novamente essa sensação verdadeiramente opressiva que o jogo nos força goela abaixo. E Isso é maravilhoso!

O QUE MUDOU?

A versão remasterizada foi lançada para todas as plataformas atuais, com planos de suporte a progressão multiplataforma que fazem bastante sentido no cenário atual. Porém, o maior impacto que o jogo vai causar para os jogadores mais antigos está no novo nível da qualidade gráfica apresentada.

 Todo o visual do jogo foi melhorado, as animações das habilidades dos heróis e animações de movimento estão impressionantes quando comparadas a versão original lançada nos anos 2000. Ver os gráficos de Diablo II atualizados nos faz pensar em como foi desacertada a escolha do conceito gráfico estupidamente infantilizado adotado para Diablo III.

VALE A PENA JOGAR Diablo II Resurrected?

SIM! Definitivamente, Diablo II Resurrected traz de volta todo o conteúdo de Diablo II além da excelente expansão Lord of Destruction. É um verdadeiro presente aos fãs mais hardcore da série e uma excelente oportunidade para a geração mais jovem que apenas jogou o estupidamente infantil Diablo III, se aventurar em uma difícil jornada ao inferno.

Toda a atmosfera de terror e opressão de Diablo II está de volta na sua melhor forma possível! A despeito de apresentar mecânicas de jogo e progressão de personagens ligeiramente confusas, uma marca do seu tempo, Diablo II Resurrected é uma obra de arte que deve ser apreciada por todos os amantes do gênero, em especial para aqueles que apenas jogaram Diablo III.


Esta Análise foi feita com uma cópia cedida pela Blizzard

 

 

Compartilhe esse post nas suas redes sociais:

Para mais informações sobre games, acompanhe a Manual no Facebook, Twitter, Instagram e através de nosso canal no Youtube.

Publicado em 6 de outubro de 2021 às 18:03h.
2021-10-06 18:03:18